Intercâmbios institucionais

O PPGEE/UFES teve, durante o ano de 2011, participação em vários projetos, e ações deles derivadas, de intercâmbio internacional, dentro de Programas mantidos pela CAPES e parceiros internacionais.

O primeiro deles, e também o mais antigo, é um intercâmbio com o Instituto de Automática da Universidad Nacional de San Juan, de San Juan, Argentina, no âmbito do acordo CAPES-SPU de Centros Associados de Pós-Graduação Brasil Argentina (CAPG-BA), na área de Robótica. Este intercâmbio começou em 2004, com um projeto que se encerrou em 2010, e teve continuidade em 2011, com duração prevista até 2013, com um segundo projeto. Vale registrar que o intercâmbio com a Argentina ocorre sistematicamente desde 1997, sempre dentro de programas mantidos pela CAPES. Em particular durante o ano de 2011, com o novo projeto no âmbito do CAPG-BA, dois alunos de Doutorado argentinos realizaram estágio sanduíche em Vitória, ambos por dois meses. O PPGEE também recebeu a visita de dois professores argentinos, por 10 dias cada um, em missão de trabalho (visita técnica), e três professores do PPGEE realizaram visita técnica de 18 dias em San Juan, Argentina. Completando o movimento de pessoal dentrodo projeto, dois mestrandos da UFES realizaram estágio sanduíche de 4 meses na Argentina. Tal intercâmbio é extremamente positivo, em termos de resultados: até o momento, sete alunos de Doutorado do PPGEE que fizeram estágio sanduíche em San Juan já defenderam suas Teses, assim como sete alunos de Mestrado que também fizeram estágio sanduíche em San Juan já defenderam suas Dissertações (em 2011 foi um aluno de Mestrado, e um aluno de Doutorado defendeu sua Proposta de Tese - Exame de Qualificação). O número de publicações em conjunto com os colegas argentinos também é bem significativo, já havendo, inclusive, publicações em periódicos internacionais QUALIS A1.

Nesta linha de intercâmbio com a Argentina, inclusive, a CAPES criou o Colégio Doutoral Brasil Argentina, e incentiva a criação de convênios visando dupla titulação. Em particular neste tema, da co-titulação, a parceria UFES-UNSJ já está traduzida em um acordo de cooperação entre as duas instituições, o qual já estabelece como uma das ações a co-titulação de alunos, envolvendo o PPGEE e os Programas de Doutorado e de Mestrado em Engenharia de Sistemas de Controle da UNSJ. Ou seja, este intercâmbio internacional já está institucionalizado. Vale mencionar, especificamente no que se refere a ações de co-titulação envolvendo a UFES e a UNSJ, que dois mestrandos da UFES se inscreveram também no mestrado da UNSJ, para obter o título de Mestre na UNSJ, assim como dois doutorandos também se inscreveram no Programa da UNSJ, para obter o título de Doutor também por aquela instituição. Por outro lado, um doutorando argentino está se inscrevendo também no doutorado do PPGEE, agora em 2012, para obter a dupla titulação de doutor, pela UFES e pela UNSJ.

Um segundo acordo de cooperação mantido pelo PPGEE com uma universidade estrangeira, que também prevê a possibilidade de dupla titulação, é com a Universidad de Alcalá, de Alcalá de Henares, Espanha. Tal acordo surgiu como produto de um projeto de intercâmbio UFES/UA, encerrado em 2010, que também contou com o apoio financeiro da CAPES. Com base neste acordo, um doutorando do PPGEE também está matriculado no doutorado do Departamento de Eletrônica da UA, visando o duplo título de Doutor.

Outro projeto de intercâmbio envolvendo o pessoal do PPGEE, especificamente da área de Telecomunicações, é um projeto em parceria com outras IES brasileiras (IME-RJ, UFPA, UFF, CEFET-RJ), envolvendo o INESC-Porto (Faculdade de Ciências), de Portugal, tendo como tema a monitorização de parâmetros ambientais através de sensores de fibra óptica, e sua transmissão para estações remotas. O referido intercâmbio teve início em setembro de 2009, e se encerrou em agosto de 2011. Seu financiamento se deu através do CNPq(Brasil) e do FCT(Portugal).

Um outro projeto de intercâmbio envolvendo professores do PPGEE, também da área de Telecomunicações, em parceria com as mesmas IES brasileiras (IME-RJ, UFPA, UFF, CEFET-RJ), envolvendo o mesmo INESC Porto, de Portugal, tem como tema o sensoreamento remoto para a monitoração de parâmetros do ambiente, principalmente de parâmetros químicos. Tal intercâmbio teve início em Maio de 2010, e seu término está previsto para Abril de 2012. Seu financiamento se dá através da CAPES (Brasil) e do FCT (Portugal). Como parte das atividades dentro deste projeto, um aluno de Doutorado do PPGEE esteve em Portugal, para um estágio sanduíche de um ano, iniciado em setembro de 2010 e concluído em agosto de 2011. Também em 2011, dois professores do PPGEE realizaram missão de trabalho (visita técnica) no INESC Porto, por 20 dias cada um, um em fevereiro e outro em junho, dentro do projeto.

Há também um outro projeto de intercâmbio internacional envolvendo professores do PPGEE, especificamente da área de Robótica, e o grupo da Universidad Nacional de San Juan, na Argentina. Tal projeto teve seu início em 2010, e sua vigência se estendeu até dezembro de 2011. Como ações de intercâmbio no contexto deste projeto, o PPGEE recebeu, em 2011, um professor argentino que esteve na UFES por 10 dias, em visita técnica, e um doutorando que aqui esteve por 60 dias, realizando um estágio de doutorado sanduíche.

Concluindo os intercâmbios envovlendo pessoal do PPGEE, há um projeto de intercâmbio com a Universidad del Valle, de Cali, Colômbia, e que também envolve a Universidade de Brasília - UnB, financiado, no Brasil, pelo CNPq e, na Colômbia, pelo COLCIENCIAS, o qual prevê visitas técnicas de professores de tais instituições às demais parceiras. Dentro desse projeto, um professor colombiano esteve na UFES, em 2011, por 10 dias.

Destaque-se, porém, que tais intercâmbios estão restritos ao pessoal que atua em duas das cinco linhas de pesquisa do PPGEE, a saber, Robótica e Automação Inteligente e Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Entretanto, o PPGEE está incentivando fortemente o pessoal ligado às demais linhas de pesquisa a implementarem outros acordos d eintercâmbio.

Percebe-se, assim, que a participação do corpo docente e discente do PPGEE/UFES em ações de intercâmbio institucional é bastante expressiva. Não se trata, porém, de programas MINTER/DINTER, mas sim de intercâmbios no âmbito da Diretoria de Cooperação Internacional da CAPES e no âmbito do CNPq.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910